Se antes um mero cartão de visitas era suficiente para a sua empresa mostrar as caras, atualmente esta tática reside no passado e o mais importante mesmo é possuir um site para estar conectado. Já que não ter um espaço na web é o mesmo que não ter um espaço na memória dos clientes.

Para início de conversa, vamos considerar algumas estatísticas. Hoje, 59% dos brasileiros usam a internet para pesquisar produtos ou serviços, o que é um dado extremamente positivo tanto para quem atua com e-commerce quanto para quem tem loja física. Como?

A internet, ao angariar a capacidade de reunir as possibilidades do rádio, TV, jornal e revista, se tornou a plataforma midiática mais eficiente para interação com o público. Sem a internet, uma empresa perde a capacidade de manter um elo com os clientes.


Porém, muitas vezes, somente ter um site (ou blog) falando dos seus produtos e serviços não é o suficiente para receber um grande número de acessos. O público precisa conhecê-lo para acessá-lo e a forma mais viável de conseguir isso é aparecer no Google, quando algo relacionado à sua empresa é digitado para busca.


Embora pareça uma opção vantajosa aos olhos de quem está começando expor o seu negócio na internet, optar por um site grátis pode não ser a melhor escolha, além de causar uma péssima primeira impressão para seus futuros clientes.